Caminhos da Italia Abruzzo Real Time Analytics
Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Abruzzo

 Abruzzo

Abruzzo: um recorde 30% do seu território é protegido por leis de tutela ambiental, como nenhuma outra região na Europa. Não é por acaso que esta região é chamada de a “região dos parques”. São três parques nacionais, um parque regional e dezenas de áreas e reservas naturais protegidas. Em uma região como essa, é natural que sua capital se chame L’Aquila (Águia). Dominada por um imponente castelo de 1500, que hospeda o Museu Nacional do Abruzzo. L’Aquila é dotada de esplêndidos monumentos civis e religiosos, das épocas medieval e renascentista. Sua costa, que possui frequentadíssimas localidades balneárias, premia Pescara, pátria de Gabriele D’Annunzio (sua casa natal é hoje um pequeno, mas sugestivo museu). Em Chieti, encontra-se um importante Museu Arqueológico Nacional, conhecido e premiado por sua eficaz e moderna organização expositiva. A obra mais importante encontrada neste museu é o Guerreiro de Capestrano, uma estátua fúnebre do VI século A.C., encontrada na Província de L’Aquila em 1934.


Em Teramo, encontra-se o estupendo “Paliotto”, obra de Nicola da Guardiagrele e a Pinacoteca Cívica exibe lindas peças de faianças maiolicas.


A região Abruzzo é rica em modo surpreendente, tanto no que diz respeito a tesouros arquitetônicos e artíticos, como em tesouros naturais e em tradições populares.


Símbolo



Território

A região é essencialmente montanhosa e se estende dos Apeninos ao mar Adriático. Compreendendo os mais altos e gigantescos maciços da Itália (Il Gran Sasso e la Maiella), com paisagens de acidentada e intacta beleza, com picos que muitas vezes excedem 2000 metros de altitude. Nessa parte do Adriático, as longas extensões arenosas são substituídas por íngremes costeiras rochosas.

Há amplos anfiteatros perto de L’Aquila e Sulmona e na bacia hidrográfica seca do Fucino. Formações geológicas tipo Karst com grutas “Doline” estão presentes. No Parque Nacional do Abruzzo, na parte oriental da região podem ser encontradas várias espécies animais como o urso marsicano e o lobo cinza. 

Cidades: L’Aquila é a capital regional. Pescara, Chieti e Teramo são outras cidades importantes. 


Arte

A região é rica em relíquias da civilização romana. A arte teve o seu período mais criativo durante a idade média. Catedrais e abadias, com patentes características locais, foram construídas entre os séculos XI e XIX. O exemplo mais importante é a de Santa Maria di Collemaggio, em L’Aquila. A escultura teve um desenvolvimento especial. Preciosos exemplos da renascença podem ser vistos em Sulmona e L’Aquila.


A serem visitados

Sulmona, Roccaraso e Scanno e as terras altas das Cinco Milhas e o Parque Nacional.

 

Províncias: ChietiL’Aquila ,Pescara e Teramo.

Sites relacionados: Regione AbruzzoAbruzzo Turismo

Assuntos relacionados: Associações italianas, Arquivos de Estado - Abruzzo, Sabores da Itália - Abruzzo

Blog Caminhos da Itália: Sabores de Abruzzo, Sabores da Itália - Provícia de Chieti

Fonte: ENIT - Agência Nacional Italiana de Turismo

Sobrenomes italianos